Como fazer um fichamento no TCC

Como fazer um fichamento no TCC
4.6 (91.03%) 29 votes

Como fazer um fichamento no TCC.

O Trabalho de Conclusão de Curso (normalmente monografia ou artigo científico) tem como uma de suas principais características a exigência de uma pesquisa bibliográfica. Talvez você ainda não saiba, mas o melhor caminho para isso é aprender agora a usar um modelo de fichamento.

Baixe a planilha de fichamento (fichamento.xls).

Essa técnica já foi muito popular no passado, quando não havia computadores e as pessoas tinham que anotar informações importantes. Era comum estudantes usarem esse método para guardar anotações, notas de aula e outros conteúdos, para posteriores consultas.

Nos dias atuais, infelizmente essa forma de estudo não é mais incentivada nas escolas e faculdades. Isso é causado pela facilidade de consulta e salvamento de dados via internet e sistemas de informática.

O que você ainda não sabe é que ela é extremamente útil para fazer o referencial teórico do seu TCC.

Duvida? Então leia esse artigo até o final e aprenda a maneira mais rápida de fazer sua fundamentação teórica.

Nesse artigo você vai aprender como adaptar esse poderoso método de estudo aos tempos modernos. Para isso vamos seguir esse roteiro:

Antes disso, porém, já vou começar com uma dica importante: Não fique calado (a)! Faça uma pergunta, uma crítica, elogio ou sugestão no formulário de comentários, que está abaixo do texto. Tenha certeza de que eu irei ler!

Aproveite e compartilhe essa página nas suas redes sociais… você nem imagina como isso é importante para mim, para o blog e milhares de pessoas que precisam dessa informação!

Mas, chega de conversa. Vamos ao que interessa!

ebook temas para TCC.pdf

O que é fichamento?

Fichamento é uma técnica de estudo que consiste na elaboração de notas com informações importantes acerca de um texto. Assim, é possível separar, organizar e guardar e dados importantes, mesmo que eles tenham sido encontrados em momentos diferentes.

A ideia é viabilizar consultas posteriores com rapidez e segurança, bastando para isso o exame das fichas avulsas. Em outras palavras, trata-se de uma forma de arquivar o conhecimento.

Essa técnica ajuda na hora de identificar obras e teses, na hora de saber do que se trata determinado artigo, analisar os materiais previamente. É como se fossem resumos de diversos outros trabalhos.

E tudo isso facilita para o estudante, na hora de fazer as citações durante o seu Trabalho de Conclusão de Curso.

O uso fichamento no TCC disciplina você, dividindo o trabalho em etapas. Por isso ele é tão útil para quem está escrevendo uma pesquisa. Dessa forma, ele facilita enormemente a elaboração de trabalhos acadêmicos.

Assim, essa técnica de estudo consiste na pesquisa, orientação e catalogação de citações para a sua pesquisa. Depois que você já tiver definido seu tema, o problema e os objetivos, o passo seguinte é fazer o fichamento.

Concentre-se durante alguns dias em pesquisar sobre os assuntos do seu trabalho. Leia bastante, isso vai te inspirar e ajudar você a montar sua coleção de citações.

Para que serve um fichamento no TCC

Primeiro, ele faz que você se concentrar apenas na busca de fontes para o seu trabalho. Isso por que nessa fase você apenas vai reunir textos para embasar sua pesquisa.

Depois, faz você escrever apenas o que for necessário e útil ao seu trabalho, garantindo 100% de rendimento na redação.

O fichamento pronto serve para você catalogar as diversas obras que você vier a consultar para fazer um TCC. Também, serve para ajudar você a conhecer melhor seu conteúdo. Com ele você pode organizar as citações do seu TCC, analisar ordenadamente os textos, fazer críticas e fundamentar seu TCC.

Isso não é algo maravilhoso?

Tipos de fichamento ABNT

Os tipos de fichamento também devem seguir as normas ABNT. Calma, você não precisa se prender a nenhuma regra rígida sobre como fazer um fichamento, não é isso que quero dizer.

A preocupação com a ABNT se refere às referências bibliográficas. Elas são exigidas, por normas ABNT, em trabalhos científicos. Então o seu fichamento pronto deverá ter as informações necessárias para fazer as referências, ou tudo ficará perdido no final.

Os tipos de fichamento em geral são simples, mas variam bastante. Isso porque existem algumas características diferentes na hora se serem feitos ou estudados.

Fichamento de livro, fichamento de texto e fichamento de citação

Fichamento de livro, fichamento de texto e fichamento de citação

Conheça os principais tipos de fichamento:

Fichamento de livro ou bibliográfico

No fichamento de livro as ideias principais do artigo são abordadas de uma forma mais completa.

Na verdade, o fichamento de livro é como uma resenha, uma espécie de comentário ou crítica sobre o texto.

Se você precisa ler muitos livros e depois comentá-los, como professor ou crítico, o fichamento de livro é o tipo ideal.

Fichamento de texto, de conteúdo ou temático

O fichamento de texto é uma síntese das principais ideias da obra ou artigo lido. É um resumo, se você quiser definir de maneira simples.

O estudante deve fazer uma interpretação do material e depois escrever com suas próprias palavras.

O fichamento de texto é a melhor estratégia para aprender o conteúdo de um texto.

Fichamento de citação

Esse é o mais simples e o mais comum para ser usado em casos de TCC. Nesse caso o aluno deve transcrever o texto da maneira como está, nas próprias palavras do autor, simplesmente copiar.

Lembre-se, porém, que todas as cópias no trabalho acadêmico devem indicar a autoria e ter referências no final do texto. Deve ser uma citação e não um plágio.

O fichamento de citação é o tipo de fichamento que eu vou ensinar para você usar para ser aprovado no seu TCC!

Modelo de fichamento

Existe mais de um modelo de fichamento que você pode seguir, para te ajudar a escrever o TCC.

O modelo mais comum é aquele que você pode encontrar nas livrarias. É um formulário representado por uma ficha de papel com linhas para a escrita, nada mais.

Porém, você pode usar um caderninho, blocos de anotações, post-it e até arquivos de computador. Eu, particularmente, uso uma planilha de Excel.

Não importa a forma que você escolher, mas é importante que todos os seus textos sigam o mesmo modelo de fichamento.

Fichamento de citação - modelo de ficha

Fichamento de citação – modelo de ficha

Dívida a ficha em 03 linhas. Na primeira (topo) coloque um cabeçalho com o número da ficha e assunto do texto. Mais para frente do texto, você vai ver que eu recomendo a criação de tópicos (continue lendo e entenderá melhor).

Separe a segunda linha em duas colunas e aumente sua altura. Do lado esquerdo deixe um espaço para copiar a citação. Do lado direito, reserve um espaço para os seus próprios comentários.

Na terceira e última linha, separe espaços para inserir as referências bibliográficas. Pronto, você já tem seu próprio modelo de fichamento para usar em papel ou arquivo eletrônico.

Modelo de fichamento - preenchimento da ficha

Modelo de fichamento – preenchimento da ficha

Certo, mas existe uma técnica para fazer fichamento no TCC? Sim, eu tenho um método para facilitar sua vida. Continue lendo!

Como fazer um fichamento no TCC?

Em se tratando de termos técnicos, quase nunca as fichas de leitura serão solicitadas pelos professores ou orientadores. Então você pode fazê-lo livremente, a mão ou no computador.

Mas caso seja solicitado, as fichas devem ter formatação seguindo as normas ABNT, do mesmo jeito em que deve ser construído o trabalho.

De todo modo, não se prenda aos padrões pré-descritos para fazer suas notas ou fichas. Essa ferramenta deve servir para facilitar a construção do seu TCC. Então ele deve ser simples e de fácil entendimento.

Por isso, separei algumas dicas que podem te ajudar na elaboração dessas fichas de leitura.

Como fazer um fichamento?

Como fazer um fichamento?

Continue lendo!

Criar tópicos sobre o assunto

Antes mesmo de começar a procurar materiais para ler, procure dividir seu assunto em várias partes, dividindo-o em tópicos. Essa é a primeira e mais importante providência que você deve adotar para fazer valer deu modelo de fichamento!

Dessa forma, você vai acabar criando um roteiro para seus estudos. Além disso, estabelecerá metas para a busca de conteúdo. Você saberá exatamente o que está procurando, quando começar a ler.

A melhor técnica para isso é fazer perguntas básicas sobre o seu assunto. A ideia é identificar os tópicos que uma pessoa leiga perguntaria sobre o seu tema de TCC.

ebook temas para TCC.pdf

De um modo geral, a maioria dos assuntos permitem a criação dos seguintes tópicos:

O que é;

Qual sua origem;

Como se classifica;

Quais suas características;

Para que serve;

Quais os seus principais exemplos;

Com o quê ou quem se relaciona;

Quais são os seus defeitos;

Quais são as suas qualidades;

Suas semelhanças com algo;

Suas diferenças com algo;

Qual é sua causa;

Quais suas consequências para algo; etc.

fichamento de citação

fichamento de citação

Você pode começar com esse roteiro, mas nada te impede de retirar ou inserir algum tópico. O importante é que você comece por essa espécie de planejamento.

Lembre-se que essa é a melhor maneira de garantir uma grande eficiência na busca de citações e economia de tempo.

Selecionar materiais de estudo

Esse é outro aspecto importantíssimo. O ideal é partir do geral para o específico, do simples ao complexo.

Eu recomendo que você comece pelos documentos, como leis e jurisprudências, por exemplo.

Em seguida, passe para os livros didáticos, colhendo os aspectos teóricos mais básicos sobre seus assuntos.

Depois, passe para livros específicos sobre o seu assunto, se houver. Por fim, procure seu assunto em artigos científicos, para coletar algum conhecimento mais novo sobre ele.

Use a seguinte ordem:

Documentos;

Livros didáticos;

Livros específicos;

Artigos Científicos.

fichamento pronto

fichamento pronto

Documentos

Comece pelos documentos: estatísticas, pareceres, atas, leis, ofícios, discursos, mapas, informativos, depoimentos, certidões, ou qualquer outra fonte não científica.

Essas são as fontes de conhecimento mais genéricas que você pode usar no seu texto. Isso por que os documentos não têm natureza científica, ou seja, não foram desenvolvidos com uso de métodos científicos. É a informação básica, nua e crua!

Por isso, nem preciso dizer que você não deve abusar do uso de documentos. Use poucos documentos, a não ser que seu assunto seja tão específico que ainda não exista bibliografia disponível sobre ele.

Em temas para TCC de Direito, por exemplo, é comum a utilização de normas e julgamentos sobre o assunto.

A análise de leis, jurisprudências e outros documentos formam o que se denomina de pesquisa documental.

Livros Didáticos

Depois, busque livros didáticos, pois eles oferecem o conhecimento científico mais simples e sistematizado que você pode achar.

Livros normalmente são escritos por pessoas que estudaram muito sobre algo no passado, adquiriam autoridade e agora escrevem para ensinar. Representam a técnica, ou seja, o conhecimento mais aceito, porém mais geral e por vezes menos atualizado com a ciência.

Livros didáticos normalmente abordam muitos assuntos de uma mesma área de conhecimento. Naturalmente, você só deve ler os capítulos que interessem ao seu assunto.

Livros Específicos

Porém, você pode procurar referências, também, em livros específicos sobre o seu assunto. Livros específicos são aqueles totalmente dedicados a um assunto, dentro de uma área de conhecimento.

Por exemplo, você pode encontrar livros didáticos sobre Direito Penal, mas pode encontrar livros específicos sobre homicídio. O homicídio é um crime, ou seja, apenas um dentre os inúmeros assuntos contidos no Direito Penal.

Esses livros são ótimos para você buscar as abordagens mais profundas e detalhadas sobre o assunto. Certamente, no livro específico sobre homicídio você vai encontrar algo muito interessante que não estará no livro de Direito Penal.

Por isso, recomendo que você pesquise pelo menos um ou dois livros específicos sobre seu assunto, se houver.

Mas faça isso apenas depois de já ter pego as referências básicas nos livros didáticos. Assim você evita o risco de ficar parafraseando apenas um autor, o que reduziria muito a qualidade do seu TCC.

Artigos Científicos

Os artigos científicos representam o conhecimento mais atual sobre um assunto, por que normalmente são pesquisas recentes. Por isso, certamente, deverão ter o conhecimento básico, encontrado nos livros, porém com algum outro enfoque especial e inédito.

Por isso, provavelmente os artigos científicos serão o tipo de referência mais específica do seu trabalho, devendo ser, também, a última fonte de estudo que você deverá fichar.

Atenção para os números!

Se você quer ter um artigo científico de qualidade, o ideal é que você cite pelo menos 10 (dez) artigos científicos no seu TCC. No caso da monografia, eu recomento pelo menos 25 (vinte e cinco) artigos científicos. Para uma dissertação, 40 (quarenta) artigos científicos. Numa tese, 50 (cinquenta).

Como encontrar artigos científicos na internet

Nada melhor do que usar fontes confiáveis, de trabalhos acadêmicos como periódicos científicos. Periódicos são publicações que acontecem de forma recorrente.

Eles são fontes sempre atualizadas de novas descobertas e as pesquisas são publicadas somente depois de passar por um filtro de pesquisadores da mesma área. Normalmente, os periódicos tendem a ter mais qualidade e, principalmente, credibilidade.

Existem desses periódicos em diversas áreas do conhecimento. Entretanto, infelizmente a maioria deles é publicada por editoras que cobram valores altos pelo acesso aos artigos.

E o pior é que os autores desses artigos nem ganham nada com isso. Eles publicam apenas para tentar reconhecimento acadêmico. Curiosamente, para conseguir isso eles acabam evitando que mais pessoas leiam suas obras. Lamentável, não é?

Mas, se você estuda em uma instituição pública, sendo federal ou estadual, elas possuem convênio com a CAPES. A CAPES é a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e com acesso ao seu portal é possível baixar vários artigos.

Porém, instituições de ensino de excelência também fornecem aos seus alunos o acesso a periódicos pagos. Felizmente, nas duas entidades que leciono (FAMETRO e Centro Universitário Estácio do Ceará), são disponibilizados periódicos para alunos e professores. Não há desculpa!

Realmente, é importante usar artigos de revistas reconhecidas e renomadas no meio acadêmico. Mas, como eu disse, nem sempre elas estão acessíveis a você. Se você tiver acesso a esse tipo de fonte, aproveite, mas se não puder, pode recorrer à internet, sem medo.

Onde encontrar artigos científicos gratuitamente

Se você quer saber como encontrar artigos científicos na internet, saiba que alguns sites disponibilizam o acesso aos periódicos de forma gratuita. Além disso, incluindo o artigo completo e tudo que você quiser consultar para dar mais base ao seu trabalho.

A iniciativa surgiu com a OAI – Open Archives Initiative (sigla em inglês que quer dizer “Iniciativa dos Arquivos Livres”). É uma iniciativa que pretende ajudar a espalhar o conhecimento científico, incentivando o fácil acesso.

Segue abaixo uma lista com alguns dos vários sites em que o acesso a periódicos e artigos científicos são gratuitos:

BDTD (Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações)

Scielo (Scientific Electronic Library Online)

DOAJ (Directory of Open Access Journals)

BASE (Bielefield Academic Search Engine)

A maioria desses sites são bem fáceis de usar, alguns possuem diversos filtros que aperfeiçoam a busca, fazendo com que você encontre o que realmente quer. Sem contar que para encontrar determinados tipos de informação basta usar as palavras chaves corretas.

Google Acadêmico

Eu já falei no artigo sobre referencial teórico (leia mais sobre fundamentação teórica) sobre como encontrar artigos científicos na internet usando o Google Acadêmico (acesse o Google Scholar aqui).

Usando esse serviço, provavelmente você irá encontrar no mínimo 03 artigos científicos para usar como referência. O ideal mesmo é consultar pelo menos 10 (dez) artigos científicos, para fazer um bom TCC.

O Google Acadêmico é um serviço da gigante empresa americana que no qual você encontrar milhares de pesquisas.

Também conhecido como Google Scholar, ele faz o mesmo trabalho dos sites citados acima. Mostra diversos resultados, tanto de bases abertas quanto fechadas, só não tem filtros de busca muito específicos.

O ponto positivo é que a ferramenta mostra também artigos, citações e livros, o que é muito bom se você estiver pesquisando e quiser se aprofundar mais nos termos.

Feitos esses esclarecimentos, vamos continuar para a próxima etapa do nosso modelo de fichamento, a filtragem dos conteúdos.

Grifar as partes mais importantes

Depois que você já fez uma seleção básica dos seus materiais de pesquisa, chegou a hora de começar a ler. Durante o processo de leitura é importante ter uma caneta tipo marca texto à mão.

Apenas tome o cuidado de não rasurar livros e documentos alheios. Se você estiver pesquisando uma obra emprestada, melhor é fazer cópias reprográficas das páginas que você vai marcar.

Isso vale para que você já consiga ir selecionando as ideias mais importantes do texto que você estiver lendo. É necessário ser seletivo nessas horas e se atentar apenas ao que realmente é mais importante naquela obra.

Com esse procedimento, provavelmente você encontrará várias citações para fichar e usar depois no seu trabalho acadêmico.

Separe as melhores citações

Ao grifar as partes mais importantes de cada texto lido, você já pré-selecionou as possíveis citações que ele pode oferecer.

Agora você deve fazer um segundo filtro, baseado na relevância:

Primeiro você deve excluir as citações que não representem nenhuma novidade em relação às outras que você já fichou.

Depois exclua aquelas que não tenham relação direta com seu assunto do seu TCC. Isso é importante para seu TCC não se desviar dos objetivos.

Transcreva as citações

Então chega o momento mais importante do fichamento no TCC. A hora em que você irá registrar as citações que você coletou.

Nesse ponto, o essencial é anotar todas as informações importantes, de modo que você não precise voltar ao texto que está sendo fichado.

Resumidamente, você deve se preocupar com 03 coisas: a citação propriamente dita, as referências bibliográficas e sua primeira impressão pessoal sobre aquele conteúdo.

Pegue uma ficha. Você pode adquirir o formulário numa livraria, usar um caderno ou até mesmo uma planilha. Se preferir, recomendo que você use o meu modelo de fichamento (baixe aqui).

Comece a preencher a ficha inserindo um número. Depois, escreva em qual tópico do seu trabalho aquilo será usado e simplesmente copie a citação que você vai fichar.

Não esqueça que o fichamento de citação deve ser idêntico ao original. Se, por acaso, você queira fichar apenas partes de um parágrafo ou frase, use o símbolo […] entre as orações. Isso vai indicar que no texto original havia algumas palavras que foram omitidas.

Continuando, escreva um breve comentário sobre o que você entendeu daquele texto. Você pode também fazer uma crítica ou um complemento, por exemplo. Fique à vontade, o objetivo é não deixar seu aprendizado se perder com o tempo.

Em seguida, anote as informações necessárias para identificar aquele texto. São elas: título da obra, nome e sobrenome do autor, editora, cidade, ano, página e o link (se o texto estiver na internet).

Anote as referências

Nosso modelo de fichamento está quase no fim! Para completar, como eu disse, você deverá anotar algumas informações sobre o texto que você pesquisou.

A ideia é que qualquer pessoa consiga localizar o mesmo texto no futuro. Para tanto, as informações de identificação devem ser precisas.

Dentre as normas ABNT há uma a se destacar. É a NBR 6023:2002 (acesse aqui), que estabelece os critérios para a elaboração de referência bibliográfica.

Como esse assunto é mais extenso, vou abrir um tópico do artigo apenas para ele. Vamos lá!

ebook temas para TCC.pdf

Referência Bibliográfica

Referência bibliográfica é o conjunto de todos os dados relativos ao texto pesquisado, para viabilizar sua identificação, localização e consulta.

De início, devo te alertar que não tenho a pretensão de te explicar agora tudo sobre as referências bibliográficas. Minha ambição aqui é apenas que você aprenda quais são as informações básicas que precisa anotar no seu modelo de fichamento.

Mas não se preocupe, farei depois um artigo apenas sobre esse assunto, observando todos os detalhes que ele contém.

Talvez você não saiba, mas, segundo a NBR 6023:2002 (uma das Normas ABNT), existem elementos essenciais e complementares da referência bibliográfica. Como o nome já sugere, os primeiros não podem faltar e ou últimos apenas melhoram a qualidade da referência.

Os elementos que não podem faltar nas referências são:

Nome do autor;

Título da obra;

Edição;

Cidade;

Editora;

Ano de Publicação.

Referência Bibliográfica

Referência Bibliográfica

Essas informações você precisa obrigatoriamente inserir no seu modelo de fichamento. A única possibilidade de omiti-las é se elas não estiverem disponíveis. Fora isso, nem tente!

Exemplo de Referência Bibliográfica pronta

Com essas informações, você já será capaz de inserir citações no seu TCC. Veja um exemplo de fichamento fictício:

FONTENELLE, André Luiz Moreira. Como fazer um fichamento. 1. ed. Fortaleza: WordPress Editora, 2017.

Referência Bibliográfica - Modelo

Referência Bibliográfica – Modelo

Em primeiro lugar vem o sobrenome do autor (em letras maiúsculas), uma vírgula e o nome. Os demais nomes, caso houver mais de um autor, vem depois, sempre separados com vírgula.

Em seguida, aparece o título do artigo (em negrito), dois pontos e o subtítulo caso haja.

Depois, você deve inserir a edição da obra fichada. Continuando, você coloque o local de publicação (cidade), dois pontos, a editora e o ano.

Pronto, esse exemplo de fichamento é o padrão de referência bibliográfica! Simples, não é?

É claro que há variações, mas elas não são tão importantes na hora do fichamento no TCC.

Porém, existem vários outros elementos que também podem ser inseridos nas referências, além do exemplo de fichamento acima. Conheça alguns deles:

Página;

Endereço do Link;

Data de Acesso;

Tipo de Mídia;

Coleção ou Revista;

ISSN.

Enfim, o ideal mesmo é que você anote toas essas informações, se as tiver. Porém, não se assuste muito com isso, caso o texto que você leu não contenha todas elas.

Use os dados que tiver, anote no seu modelo de fichamento e depois faça suas referências bibliográficas sem dor de cabeça.

ebook temas para TCC.pdf

Conclusão – como fazer um fichamento no TCC

Depois que estiver com o fichamento pronto, chega a hora de sentar e alinhar essas bases teóricas que você conseguiu coletar.

É como de você tivesse terminado a coleta de todos os ingredientes de uma receita. O passo seguinte é organizá-los para fazer uma deliciosa comida. É a mesma coisa! Você vai juntar os dados, organizá-los e criar uma nova obra.

Então, coloque as citações em ordem, jogue elas no seu texto, insira os comentários entre elas e simplesmente vá completando o texto. Use seus conhecimentos, sua visão crítica e seja feliz com um belíssimo trabalhos acadêmico!

Na verdade, essa é a parte em que se inicia a escrita do trabalho acadêmico e introduz os conhecimentos angariados nas outras obras. Pode parecer complicado juntar todas essas ideias, mas ao fazer o fichamento no TCC tudo fica mais claro e organizado.

O fichamento pronto organiza e direciona a sua escrita, tornando o processo de como fazer um TCC mais simples. Ainda por cima, facilita a formatação, ajudando com as citações e referência bibliográfica.

Em suma, o fichamento pronto é uma mão na roda para o seu trabalho acadêmico. Além disso, é uma metodologia muito fácil, não é?

E você, já começou a fazer o fichamento no TCC? Pretende seguir meu exemplo de fichamento? Ou você está escrevendo o TCC sem fichamento ABNT? Deixe um “oi” aqui abaixo, no formulário de comentários e me conte como está sendo sua experiência. Se tiver alguma dúvida, conte comigo!
Um abraço,
Professor André Fontenelle

Comentários

2018-02-23T17:00:27+00:00

3 Comentários

  1. André Fontenelle 24/08/2017 em 9:30 PM

    Eu que agradeço a atenção de sua parte! Conte comigo!

  2. Aparecida Chaves 24/08/2017 em 4:07 PM

    Excelente suas explicações de como desenvolver um TCC, muito obrigada!

  3. […] dos textos mais importantes que achar. Aqui no blog há um artigo sobre como fazer um fichamento (acesse aqui), mas, já digo para você simplesmente […]

Deixe um comentário!

Fichamento no TCC - Aprenda como fazer, com modelo e exemplo

A melhor forma de fazer uma pesquisa bibliográfica no TCC é utilizando um modelo de fichamento. Veja um modelo e aprenda a fazer agora mesmo!